Suco De Jiló E Limão Pra Perder gordura 5 Kilos Sem Dieta

Dicas De Como perder calorias Ligeiro E Com Saúde


Na atualidade, muita gente tenta acompanhar uma alimentação equilibrada - não apenas por uma pergunta estética, porém também graças a uma preocupação maior com a tua saúde e com propriedade de existência. Porém, é evento, assim como, que várias pessoas comentam que não conseguem acompanhar uma dieta saudável porque “não têm tempo” e nem sequer “criatividade” pra prepararem seus próprios alimentos.


Deste modo, acabam comendo fora ou fazendo, em casa, o que lhes parecer mais prático. Nesses casos, fica evidente que, com mais organização e, consequentemente, com um pouquinho mais de tempo, tais pessoas conseguiriam acompanhar uma alimentação mais saudável, comendo fora e/ou optando por pratos prontos só em ocasiões especiais. Entretanto, como se organizar por esse sentido?


Talvez esta seja sua pergunta no instante. E a resposta é muito mais acessível do que você imagina: basta planejar sua alimentação com antecedência, montando seu cardápio semanal! Como desenvolver um cardápio semanal? A maioria das pessoas aproveita o descanso de domingo para criar teu cardápio semanal e neste momento fazer as adquirir no hipermercado. E esta é uma bacana dica! É bastante interessante que esse planejamento de cardápio seja feito conforme as orientações passadas na sua nutricionista. No entanto, caso você ainda não tenha se consultado com uma nutricionista, imagine nesta hipótese! A profissional será capaz de te acudir muito, inclusive neste planejamento do cardápio semanal.


A nutricionista tem uma visão ampla dos nutrientes e não deixa que nenhum dos grupos de alimentos necessários em uma dieta saudável falte ou se repita”, lembra Paula Crook. Saladas: “Ao desenvolver o cardápio deve-se ter a ansiedade de perceber que a salada seja composta com alimentos que não componham as demasiado preparações”, inclui a nutricionista.


Prato principal: Terá que ser composto por alguma proteína: carne, frango, peixe ou ovo. É preciso expor preparações de carne diferentes no mesmo dia e modificar os tipos de cortes durante a semana”, destaca Paula. Guarnições: Uma verdura ou legume cozido no vapor ou refogado ou assado. A especialista ainda destaca que, para elaborar um cardápio, precisa existir um equilíbrio na ingestão dos alimentos e, consequentemente, de nutrientes.


Ou melhor, não carecemos reforçar muito os alimentos. Além do mais, carecemos conservar uma harmonia entre as cores, sabores e textura dos alimentos que compõem o cardápio”, diz. Abaixo você confere uma sugestão de cardápio semanal (com almoço e jantar) onde são utilizados alimentos saudáveis, variados e saborosos. Opção 1: Carne seca acebolada; salada de alface, tomate e azeitona preta; arroz integral com brócolis e feijão; couve refogada.


Opção dois: Bife grelhado; salada de rúcula e tomate; arroz integral, feijão e brócolis refogado com alho. Opção 3: Peixe grelhado com molho de mostarda; salada de folhas verdes, beterraba crua e tomate; arroz sete grãos, grão de bico e chuchu refogado. Opção quatro: Filé de frango grelhado; salada de folhas verdes e tomate cereja; macarrão integral com molho vermelho e brócolis.


Opção cinco: Omelete com cebola e tomate; salada de folhas verdes, tomate e palmito; arroz integral com brócolis, feijão e couve refogada. Opção 6: Rolinho de frango com cenoura e gergelim; salada de alface crespa, agrião, rabanete, pepino, tomate e nozes; arroz integral; feijão e abobrinha no vapor. Opção sete: Bacalhau assado com ervas ao forno; salada de alface americana, agrião, lascas de manga e sementes de chia; quinua; aspargos no vapor.



Opção 8: Bife grelhado com molho de cogumelo; salada de alface crespa, endívia, beterraba, pepino, broto de feijão e tomate cereja; lascas de batata com alho poró; berinjela grelhada. Opção 9: Coxa de frango com ervas; salada de alface americana, rúcula, cenoura, tomate e folhas de hortelã; arroz com lentilha; vagem no vapor. Opção 10: Linguado ao forno; salada de alface roxa, agrião, palmito pupunha e tomate cereja; arroz integral com espinafre; abóbora assada. Opção 1: Atum; salada de folhas verdes, tomate e cenoura ralada; arroz 7 grãos e beterraba cozida. Opção 2: Filé de peixe com cenoura e batata; salada de alface com tomate; arroz branco e couve refogada.


Opção 3: Filé mignon; salada de alface, rúcula e tomate; arroz integral; abobrinha com milho e cenoura no forno. Opção 4: Carne moída com abobrinha; salada de agrião com tomate cereja; arroz 7 grãos; cenoura refogada. Opção cinco: Almôndegas assadas; salada de rúcula com manga e tomate cereja; purê de batata doce; ervilha refogada.




Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *